Enquete: Toque de recolher resolve?
16/02/2021 21:29 em Novidades

Alertamos na matéria passada, sobre o aumento, de números de casos ativos na cidade, mostramos os números de curados caindo, pelo menos nesta Segunda(15 )dois óbitos, médicos apresentam desgastes físicos e psicológico, os governadores preocupados com a vacina a qualquer momento podendo acabar, UTIs perto de entrar em colapso, pessoas cada vez mais aglomerando em festas particulares e praias, 240.983 vidas perdidas. Perguntamos:

Toque de Recolher impede o crescimento da COVID-19?
Ver parcial
Sim, ajuda;
Não, o povo não respeita
Aumentar campanhas de Conscientização
Sanitização de Carros e Ruas da Cidade
Barreiras Sanitárias, espaços de informações.
Voltar

Um alerta de emergência foi anunciado para não tornar pior a mortalidade por conta da covid-19 na Bahia. Diante dos números o governador do estado, Rui Costa, está mobilizando os municípios do estado e conclamando os prefeitos de 97% dos municípios e a polícia militar do estado para esta força tarefa para salvar vidas dos baianos.

 

O governador Rui Costa (PT) anunciou, em reunião com prefeitos nesta terça-feira (16), que a Bahia vai adotar o toque de recolher no estado a partir da próxima sexta-feira (19), como medida para conter o avanço do novo coronavírus.

A medida vai valer por 7 dias, das 22h às 05h. O decreto será publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (17).

A região do Oeste, Irecê, Jacobina e Alagoinhas, onde as taxas não estão elevadas na avaliação do governo, o toque de recolher não será adotado.

“O objetivo, portanto, é evitar a convivência em bares, bebidas, carros de som, aquelas aglomerações na madrugada, que geram muita contaminação, porque, em geral, estão associadas a bebidas alcoólicas, e, portanto, a descuidado nas relações de convivência. Com isso, esperamos preservar vidas humanas, garantir leitos hospitalares pra quem precisar. Precisamos conter a taxa de crescimento de contaminação”, disse Rui, em vídeo divulgado pela assessoria.

A declaração do governador seguiu uma apresentação de técnicos da Sesab mostrando que a Bahia alcançou uma taxa de 74% de ocupação dos leitos de UTI dedicados para atender pacientes com casos mais graves de Covid-19. 

“Os dados indicam um risco real de colapso do sistema de saúde e consequente aumento na mortalidade. Nesse momento, apenas medidas de distanciamento social mais severas minimizarão as altas taxas de transmissão do vírus”, afirmou o secretário da saúde, Fábio Vilas Boas.

Quem descumprir o toque de recolher anunciado pelo governador Rui Costa (PT) na noite desta terça-feira (16) será indiciado por crime à saúde pública. Os estabelecimentos comerciais também podem ter seus alvarás cassados.

“A polícia fará indiciamento por crime à saúde pública. As pessoas serão indiciadas conforme a legislação nacional prevê como crime à saúde pública”, disse Rui durante transmissão ao vivo, ao responder à pergunta enviada pelo BNews.

A assessoria de comunicação do governo informou que as pessoas serão conduzidas à delegacia, registrado o procedimento e encaminhado ao Ministério Público para abertura de processo criminal.

Também será solicitado a cada prefeitura que casse o alvará de funcionamento dos estabelecimentos que desrespeitem os decretos e, eventualmente, pedir ordem judicial para fechamento desses pontos comerciais.

O toque de recolher, inicialmente, vai valer por 7 dias, das 22h às 05h. O decreto será publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (17).

A região do Oeste, Irecê, Jacobina e Alagoinhas, onde as taxas não estão elevadas na avaliação do governo, o toque de recolher não será adotado.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!