PREFEITO DE SÃO FRANCISCO DO CONDE QUER MEDIDAS MAIS RESTRITIVAS.
18/05/2020 08:45 em Novidades

O prefeito Evandro Almeida participou nesta manhã de uma entrevista na Radio Mix Salvador para falar sobre as medidas de combate e prevenção ao coronavirus.

O prefeito relata os casos confirmados, que atualmente são nove, falou dos leitos disponíveis e respiradores disse que está em busca de local para aumentar o número de leitos, será implantado toque de recolher, medida já adotada por outros municípios baianos.

Perguntado sobre as barreiras sanitárias e o prefeito Evandro Almeida explica que faz bastante tempo que essa ação foi adotada pelo município, sendo que a ação maior é nós horários de maior movimento de entrada de veículos na cidade e que a ação será estendida aos bairros.

Os profissionais envolvidos com essa medida fazem orientação aos motoristas e passageiros e mede a temperatura dos mesmos.

 Sobre o pagamento do auxílio emergencial, conforme determinação do banco, dentro de 15 dias deve iniciar os pagamentos pelo Banco do Brasil.

 O prefeito prevê que, por meio de aprovação da Câmara de Vereadores, deve ser garantido algum tipo de auxílio aos profissionais que estão na linha de frente do enfrentamento da COVID-19. O prefeito agradece aos vereadores pela aprovação do projeto que vai contemplar a população mais carente com o auxílio emergencial de R$ 300,00.

Toque de recolher 

 O prefeito fala ainda sobre o trabalho de fiscalização de estabelecimentos comerciais, daqueles que podem funcionar, diante do cumprimento de medidas estabelecidas em decretos.

O prefeito reitera que nos próximos 15 dias as medidas de combate à COVID-19 serão mais duras em São Francisco do Conde e ainda espera do Governo do Estado da Bahia,  a liberação, até citou uma igreja que foi pedido a gestão a reabertura, mais  foi pedido um relatório a entidade como vai ser feita as ações de cuidados aos frequentadores, pois o município não quer assumir a responsabilidade dessa reabertura, disse o Prefeito Evandro ao ser perguntado sobre a ação do Estado junto ao Município de São Francisco do Conde.

Entre outros benefícios, o prefeito salienta sobre a campanha solidária feita de distribuição de alimentos a população em situação de vulnerabilidade social. Ainda salienta ainda que será feita aquisição de máscara para distribuição a população, entre outros.

O prefeito pede ajuda das pessoas para que mantenham o isolamento social, façam uso de máscara se precisarem sair e que sejam feitas denúncias de pessoas que estiverem fazendo festas ou outros tipos de eventos com aglomeração de pessoas, descumprindo, assim, as medidas estabelecidas em decreto.

 Perguntado sobre questões de arrecadação, o prefeito prevê novas quedas. De acordo com o gestor, no mês passado teve uma queda de 14 milhões de reais. Semana passada estava previsto R$ 19 milhões e apenas R$ 3 milhões chegou. Ele relata que a situação é seria.

 

Porém, mesmo diante dos prejuízos é dificuldades, o prefeito assegura que os programas sociais serão mantidos.

Finalizando a entrevista, o prefeito Evandro Almeida, mais uma vez, pede as pessoas que fiquem em casa, não façam aglomerações, usem máscara se precisarem sair e zelem pelos mais idosos, que são o grupo de maior risco.

Toque de recolher 

 O prefeito fala ainda sobre o trabalho de fiscalização de estabelecimentos comerciais, daqueles que podem funcionar, diante do cumprimento de medidas estabelecidas em decretos.

O prefeito reitera que nos próximos 15 dias as medidas de combate à COVID-19 serão mais duras em São Francisco do Conde e ainda espera do Governo do Estado da Bahia,  até citou uma igreja que foi pedido a gestão a reabertura, mais  foi solicitado um relatório a entidade como vai ser feita as ações de cuidados aos frequentadores, pois o município não quer assumir a responsabilidade dessa reabertura, disse o Prefeito Evandro ao ser perguntado sobre a ação do Estado junto ao Município de São Francisco do Conde.

Entre outros benefícios, o prefeito salienta sobre a campanha solidária feita de distribuição de alimentos a população em situação de vulnerabilidade social. Ainda salienta ainda que será feita aquisição de máscara para distribuição a população, entre outros.

O prefeito pede ajuda das pessoas para que mantenham o isolamento social, façam uso de máscara se precisarem sair e que sejam feitas denúncias de pessoas que estiverem fazendo festas ou outros tipos de eventos com aglomeração de pessoas, descumprindo, assim, as medidas estabelecidas em decreto.

 Perguntado sobre questões de arrecadação, o prefeito prevê novas quedas. De acordo com o gestor, no mês passado teve uma queda de 14 milhões de reais. Semana passada estava previsto R$ 19 milhões e apenas R$ 3 milhões chegou. Ele relata que a situação é seria.

Porém, mesmo diante dos prejuízos é dificuldades, o prefeito assegura que os programas sociais serão mantidos.

Finalizando a entrevista, o prefeito Evandro Almeida, mais uma vez, pede as pessoas que fiquem em casa, não façam aglomerações, usem máscara se precisarem sair e zelem pelos mais idosos, que são o grupo de maior risco.

 

Isso vai passar. Fiquem em Casa!".

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!