JERÔNIMO X COLBERT MARTINS

JERÔNIMO X COLBERT MARTINS

Após o governador eleito Jerônimo Rodrigues (PT) citar o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), em uma entrevista à imprensa feirense, o gestor da Princesa do Sertão rebateu as críticas do petista através de suas redes sociais nesta terça-feira (8).

Jerônimo afimou que Colbert trabalhou para ele não se eleger e jogou contra durante a campanha. “Minha relação sempre foi boa com Colbert, porém o prefeito trabalhou para não me eleger, ele jogou contra e oposição é tratada de forma como oposição. Mas, existe o respeito pelo povo de Feira de Santana sim”, disse o petista ao Acorda Cidade. 

O prefeito respondeu. "O PT baiano precisa entender que Feira de Santana é maior do que as diferenças partidárias. Em entrevista, o governador eleito afirmou que vou ser tratado como adversário político. Na campanha, de fato não o apoiei, assim como ele caminhou com outro candidato a prefeito nas eleições passadas. Porém respeito a democracia e a vontade da maioria dos baianos deve prevalecer, assim como o respeito ao cargo", escreveu Colbert. 

Colbert Martins

·

8 de nov de 2022

@colbertprefeito

·

Seguir

O PT baiano precisa entender que Feira de Santana é maior do que as diferenças partidárias.

Em entrevista, o governador eleito afirmou que vou ser tratado como adversário político.

+

Colbert Martins

@colbertprefeito

·

Seguir

Na campanha, de fato não o apoiei, assim como ele caminhou com outro candidato a prefeito nas eleições passadas. Porém respeito a democracia e a vontade da maioria dos baianos deve prevalecer, assim como o respeito ao cargo.  

+

5:17 PM · 8 de nov de 2022

O gestor feirense disse ainda que, ao tempo que torce para Jerônimo avance verdadeiramente, sobretudo em Feira, espera que ele não continue tratando a cidade como adversária.

"Ao tempo, torço para que o governo Jerônimo avance verdadeiramente, sobretudo em nossa cidade e não continue tratando Feira como adversária, o que vem sendo feito nos últimos 16 anos. Vamos continuar cobrando obras e ações para melhorar a vida da nossa gente. Espero, de coração, que o representante do PT em Feira não continue incentivando o revanchismo que tanto tem prejudicado a nossa cidade. Que o novo governador tenha sabedoria para separar a administração pública da divergência ideológica", pontuou o prefeito.